Nos bastidores de Bridge of Spies, novo filme de Steven Spielberg

Nos bastidores de Bridge of Spies, novo filme de Steven Spielberg

Behind Scenes Bridge Spies

O diretor Steven Spielberg, que narrou a história ao longo de sua carreira em filmes como Salvando o Soldado Ryan, Lincoln, e A Lista de Schindler, entra na era da Guerra Fria para o seu mais recente, Ponte dos Espiões, que recebeu seis indicações ao Oscar. O filme é baseado na história real de James Donovan (Tom Hanks), um advogado de seguros do Brooklyn que é abordado para defender o acusado agente soviético Rudolf Abel (Mark Rylance). O caso leva Donovan de Nova York à Suprema Corte e depois a Berlim Oriental, onde é chamado a negociar a troca de Abel por Francis Gary Powers (Austin Stowell), o piloto de um avião espião americano U-2 abatido em Espaço aéreo soviético e Frederic Pryor (Will Rogers), um estudante de Yale preso na Alemanha Oriental. Spielberg recrutou o designer de produção vencedor do Oscar Adam Stockhausen ( The Grand Budapest Hotel e 12 anos como escravo ) para recriar o Brooklyn e Berlim no final dos anos 1950 e início dos anos 60 e gerenciar equipes em dois continentes.

Stockhausen recorreu a arquivos históricos para pesquisar os locais da vida real em torno do julgamento e do intercâmbio de Abel, incluindo fotografias do FBI, Vida artigo de revista e vídeos documentais britânicos sobre a construção do Muro de Berlim. Steven e eu nos conhecemos muito bem no início e olhamos para a pesquisa e o escotismo juntos, diz Stockhausen. Nós conversamos e estabelecemos as instruções para entrar, e então eu saí e fiz o reconhecimento novamente e comecei a restringir as coisas. Quando a equipe de produção e eu íamos fazer um reconhecimento, tirávamos fotos e depois fazíamos pinturas em cima delas, mostrando uma espécie de rascunho do que iríamos transformá-las.




1/ 12 ChevronChevron

© DreamWorks II Distribution Co., LLC e Twentieth Century Fox Film Corporation. Todos os direitos reservados. Mark Rylance interpreta Rudolf Abel, um espião soviético preso nos EUA no thriller dramático BRIDGE OF SPIES, dirigido por Steven Spielberg.


O filme foi rodado principalmente em locações em Nova York, Berlim e Polônia e envolveu duas equipes, uma na América e outra na Europa. Envolveu muitos aviões, diz Stockhausen. Tive sorte neste filme porque estava trabalhando com velhos amigos dos dois lados. Eu moro em Nova York, então a equipe de lá era composta em grande parte por bons amigos, e nós tínhamos trabalhado muito juntos. Recentemente, tenho feito muito trabalho na Alemanha, então a equipe e eu nos conhecíamos muito bem, o que tornou isso possível, porque tínhamos uma abreviatura juntos. Eu apenas iria e voltaria de forma independente.

Um dos principais cenários baseados em Nova York foi a casa da família Donovan no Brooklyn. Uma casa no bairro Ditmas Park fornecia os cômodos externos e do andar de baixo, enquanto os quartos e banheiros do andar de cima eram construídos em um estúdio. Stockhausen usou uma paleta de cores quentes para dar à casa, assim como a outros locais nos Estados Unidos, uma sensação de contraste com a fria paisagem urbana de Berlim.